"Que apesar dos pesares conserva o bom-humor, caça nuvens nos ares, crê no bem e no amor."
Carlos Drummond de Andrade

quinta-feira, 21 de março de 2013

Aquele sorriso


Creio que foi o sorriso...
não era um sorriso qualquer
era um convite sem trancas ou tramelas 
daqueles onde a alma se desnuda e só ouve docilidades
não era um sorriso banal de olhar sedento
não! era morno, solto, envolvente 
exalava um frescor confiante 
convite para adentrá-lo, navegá-lo 
lentamente...
...e de repente como quem adormece me fiz morada
naquele sorriso.
 Lene Soares

2 comentários:

  1. Gostei muito do teu blog, parabéns!
    Vem conhecer o meu:
    leiakarine.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. :) Obrigada, querida!Beijos.

    *Lindo seu blog, já o sigo!

    ResponderExcluir